Janeiro Branco e a Saúde Mental no Trabalho

Como está a sua relação da sua saúde mental e seu trabalho? Harmoniosa? Tensa? O trabalho tem um lugar fundamental em nossa sociedade de ser central: falamos para crianças e adolescentes sobre que profissão querem escolher, falamos sobre como é importante trabalhar e de como podemos pagar contas e adquirir bens com nossa força de trabalho. No entanto, temos passado cada vez mais tempo no trabalho e, principalmente, muito mais tempo conectado às exigências, lembranças e emoções relacionadas a ele mesmo estando em casa. Isso tem feito com que cheguemos a níveis graves de exaustão emocional! Imagine a situação: você vai à academia, corre por 2 horas, anda de bicicleta por mais 2 horas e depois ainda vai fazer musculação. Ao fim dessa maratona de exercícios, como fica a disposição física da musculatura? Bem cansado(a), não é? Algo semelhante acontece com nosso emocional quando estamos tantas horas conectados às emoções ruins e tensas de uma relação ruim com o trabalho. Isso pode se tornar transtornos mentais, como depressão, burnout, transtorno de ansiedade generalizada, dentre outros. São vários os fatores que podem levar a este tensionamento constante com o trabalho: condições físicas ruins, relacionamentos profissionais marcados por rivalidade e vaidade, lideranças tóxicas e despreparadas, falta de suporte organizacional, assédio moral e conivência com condutas antiéticas. Há várias formas de "tratar" estes fatores para melhorar o bem estar e qualidade de vida no trabalho: melhorar as condições de trabalho, treinar lideranças para gerir pessoas (e não com técnicas infalíveis pra qualquer contexto), dar tratamento às denúncias de assédio moral primando que a ética prevaleça independentemente do cargo de quem tenha cometido a conduta antiética. Ainda, é preciso muita cautela ao utilizar técnicas positivistas, pois podem piorar a relação empresa-trabalhador. Janeiro Branco: cuidar da mente de quem trabalha é também cuidar da saúde das relações na empresa.

#JaneiroBranco

#SaúdeMentalNoTrabalho

#GestãoDePessoas

#PsicologiaOrganizacional

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esgotados e conectados: o sossego saiu do grupo!

Por nossa parceira oficial: Carmem Giongo Fecha. Silencia. Bloqueia. Retira a notificação. Finge que não viu. Adiciona. Remove. Sai do grupo. O fato é que estamos todos utilizando o WhatsApp em tempo

Saúde da População Negra

Por nosso parceiro: Bruno Chapadeiro Professor do PPG em Psicologia da Saúde – UMESP Mr. Sr. Love Daddy, o radialista de Samuel L. Jackson no filme “Faça a coisa certa” (1989) de Spike Lee dá início a